This is a print version of story Férias de Verão by joao12328 from xHamster.com

Férias de Verão

Olá, vou vos contar uma história que se passou no Verão de 2018. Como já falei noutra história, eu ganhei o hábito de fazer nudismo em praias com a minha madrinha, mas já o fazia anteriormente porém com pouco regularidade. Então no Verão de 2018 eu fui de férias a Setubal durante uma semana. Para mim foram realmente férias, mas para o meu pai e a minha madrasta não, porque eles foram em trabalho, visto que trabalham juntos, saíam sempre de casa juntos e voltavam juntos, saíam ás 8:30 da manhã e voltavam por volta das 19:30/ 20:00 da noite o que significa que tinhao apartamento só para mim.
Nos primeiros dias fiquei os dias todos em casa, só saia para ir ás compras, (Como os meus "pais" precisavam do carro para ir trabalhar, nós trouxemos dois, um para eles e outro para mim, para poder ir ás compras ou mesmo passear), mas depois eu comecei a pensar que se era para eu estar fechado em casa que mais valia não ter ido, então decidi ir à praia, pesquisei no Google uma praia fixe e perto dali, decidi ir à praia do Meco, fui comprar uns calções de banho, um chapéu de sol e uma toalha, visto que não tinha trazido nenhuma, e fui para a praia (mal sabia eu que a praia do Meco era uma praia nudista).
Quando cheguei, estacionei o carro e fui a pé para a praia, quando me aproximo, reparo que estava toda a gente nua, então fui andando coloquei a minha toalha e o chapéu de sol e aproveitando que estava numa praia nudista despi-me também e fiquei a bronzear um pouco. Passados 20 minutos, eu já estava meio a dormir, até que oiço a areia a mexer perto de mim e fiquei admirado, visto que eu costumo ficar perto das dunas/arribas, não costuma ir para lá muita gente, mas abro os olhos, tiro o a t-shirt que tinha a tapar os olhos, reparo que estou teso e olho para o lado e deparo-me com uma mulher dos seus 40/45 anos, loira, de olhos azuis e com a pele relativamente morena, tal como eu gosto. Logo ela ficou um pouco envergonhada, mas disse-me:
-- Olá, desculpa estar a incomodar-te mas eu não consegui deixar de reparar no tamanho do teu pénis, gosto de estar sozinha na praia, e queria perguntar se te importavas que eu ficasse aqui contigo, provavelmente vais dizer que não, de certeza que não queres ser visto com uma velha...
Ao que eu respondi:
-- Que parvoíce, faço questão que fique aqui!
Conversa puxa conversa e acabamos deitados na mesma toalha com ela a acariciar-me os tomates e eu a acariciar em círculos os mamilos eretos dela, fiquei a saber que ela se chamava Sofia, tinha 46 anos, era divorciada há 7 anos, tinha uma filha de 18 anos e um filho de 21. A Sofia era linda, tinha umas mamas grandes, naturais e um pouco descaídas, um rabo redondinho e uma cona linda, sem algum pêlo e com um lindo bronze.
Passado uns minutos, consegui conter a tesão, mas rapidamente voltou quando nos deitamos em conchinha, o meu pau voltou a levantar-se e bateu à porta do olho do cu dela e eu sussurrei-lhe ao ouvido:
-- Acertei no buraco?
Ela rapidamente enlouqueceu e montou-se em cima de mim. Mesmo não estando muita gente na praia pois era de manhã, ficaram quase todos a olhar para nós, e eu disse à Sofia que era melhor pararmos e que podíamos ir para minha casa, e assim foi. Fomos cada um no seu carro, a Sofia ia com a parte de baixo do biquini e com uma camisa branca quase transparente e sem sutiã, só de pensar que ela estava assim no meio do transito dava-me tesão.
Já em casa, por volta da hora de almoço, assim que entramos, ela disse:
-- Estou com fome, posso comer o teu pau?
Ainda vestidos, espetei-lhe o pau na boca e ela fez o melhor broche que alguma vez me fizeram, elas fez o broche com tanta intensidade que até se babava, mas sem nunca desviar os seus olhos dos meus.
-- Agora é a minha vez de dar corda à minha língua - disse eu.
Fiz- lhe um minete, a cona dela já estava toda molhadinha, ela gemia muuuito alto, depois fodemos, vim-me na cona dela e ela teve dois orgasmos, então depois fomos verdadeiramente almoçar e depois de almoço voltamos à ação, desta vez na sala, ela pediu-me para me vir na cara/boca dela e assim o fiz, ela engoliu tudo, depois foi a minha vez, só que depois de dar duas fodas, o meu bichinho já estava um pouco cansado, tinha de descansar pelo menos duas horas, então ela deu-me um dildo que tinha sempre na mala, e disse para eu fazer o que quisesse, então eu meti-o com força na cona, para lubrificar um pouco, e depois coloquei um pouco de cuspo no olho do cu e espetei-lhe com o dildo no cu, ela paralizou e começou a gemer com muita intensidade, eu como queria mais coloquei-lhe o dildo de novo na cona, mas desta vez ia tirar e meter o mais rápido que eu conseguisse, não demorou muito para ela ter um enorme orgasmos, saiu liquido por todo o lado, depois disto, ficamos deitados juntinhos e depois fomos tomar banho e de seguida ela foi-se embora.
Desde então nunca mais tive contacto com ela.



Obrigado maltinha, espero que tenham gostado, e mais uma coisa, hoje em dia já tenho namorada, a Inês, uma loiraça toda boazona, estamos juntos há 6 meses e ela sabe das minhas histórias todas e acompanha-me aqui no site, se algum casal, ou alguma mulher se quiser encontrar connosco para nos divertirmos, mande mensagem privada. Obrigadooo.
Story URL: https://pt.xhamster.com/stories/f-rias-de-ver-o-945933
ou para poder publicar comentários
Se remetentes de spam comentarem os seus conteúdos, apenas você poderá ver e gerir esses comentários Apagar tudo
ola linda hostoria
há 2 meses
Responder
bom conto
há 2 meses
Responder
belo relato amigo muito top adoraria uma aventura assim
há 2 meses
Responder
a juliocesar140915: Obrigado Júlio, sim, vai ser a próxima história e vou tentar melhorar
bom dia, boa aventura, ainda falta contar a surpresa da madrinha :)... mas melhora a qualidade do detalhe
há 2 meses
Responder